terça-feira, 5 de abril de 2011

Pobre mortal...



Estava saindo de um hotel e, como todo mortal, aguardava minha vez na fila para efetuar o pagamento das diárias e consumos realizados durante a estadia.

Até que um sem-mãe passa na frente de todo mundo, se aproxima do balcão, e ordena que antecipem sua conta. Mesmo alertado pelo educado funcionário, o animal insiste: "Enfrentar esta fila... adianta logo a minha conta!!"

"Mas senhor, a fila não está tão grande... aguarde só um pouco... ainda temos solicitar ao serviço de quarto que verifique o frigobar" - tenta contornar o atendente.

"Frigobar?!?!?! pode colocar cinco frigobares completos que eu pago agora!" - latiu nosso imbecil protagonista.

"Mas senhor, nã..." e antes que o empregado terminasse a frase, o filho-duma-égua vira as costas e vai embora, todo enfezadinho...

É  como dizia Pedro de Lara: TEM GENTE QUE É TÃO POBRE, MAS TÃO POBRE, QUE SÓ TEM DINHEIRO!


3 comentários:

Angélica Arechavala disse...

Fui a uma exposição em um clube no Rio, e nessa ocasião, não podiam mais entrar carros no estacionamento. Como diz vc, um imbecil nervosinho insistia gritando e no auge de sua euforia histérica soltou para o rapaz da portaria: Vc sabia que sou ADVOGADO?!?
E com plena sabedoria o rapaz respondeu: Vc sabia que sou Flamenguista....

Israel Kislansky disse...

Òtima, tô repassando.

Yuri Willmersdorf disse...
Este comentário foi removido pelo autor.