domingo, 28 de março de 2010

Rio de Janeiro, 28 de março de 2045.

Querido Netinho,


Soubemos que você ficou de castigo e sua mãe tirou, por 30 minutos, o seu minúsculo MP7.932 que é vídeo game 6d, máquina fotográfica, filmadora, celular, exibe filmes, tv, internet, músicas, rádio, mede pressão, nível de glicose, faz raio-x, aplica vacinas e remédios, faz check up's, ensina idiomas, conta historinhas para dormir, avisa compromissos, paga contas, faz empréstimos bancários etc. 


Fique tranquilo. Não é o fim do mundo. Você nem imagina como era o mundo dos seus avós, quando tinham a sua idade. Na nossa época não existia, sequer, telefone celular. Para ligar da rua existiam as fichas telefônicas. Depois inventaram o bip. Aí, veio o tijolão, que pagava pra receber ligação e só médico, muito importante, tinha.


Tudo bem que aprender inglês era mais mais fácil do que mandarim. É uma questão de domínio. Na época eram os americanos; hoje os chineses, as coisas mudam. Nosso vídeo game era o Atari e o super-héroi, o pac-man, um devorador de fantasmas, que não interagia conosco. O máximo de interação que tivemos foi o tamagoshi.

Somos do tempo do vale transporte e refeição de papel, da carta no correio e do ponto de encontro no Rio sul ("portal Lauro Muller" - dizia a voz metálica). Curtimos muito, de camisa de bali e nauru, as discotecas Mikonos, Vogue e Wells Fargo. Rolava música lenta e interfone nas mesas.

Os meninos chegavam nas meninas. Menino só ficava com menina. Ser gay era ser diferente e não o contrário! Swing era apenas um molejo apurado que o(a)s dançarino(a)s tinham. Procuramos Wally e Bin Laden.

Use sandálias Havaianas a vontade, pois na nossa juventude, elas foram sinônimo de breguice. A temperatura era boa nem precisava de ar condicionado. O Rio de Janeiro terminava em São Conrado. Pasme, comíamos carne, arroz, feijão, salada... de verdade. E era gostoso. Era a única opção. Ainda não existia ração humana com sabor de carne, arroz, feijão, salada....

Acompanhamos muito a União Soviética ("CCCP"), Tchecoslováquia, Alemanha Ocidental e Oriental na Copa do Mundo e Olimpíadas. Vimos, desde o início, a carreira do Neymar e do Messi... eles realmente foram tudo isso que falam até hoje! Já o Ronaldinho Gaúcho era craque, mas muito mascarado, por isso não foi às Copas do Mundo de 2010 e 2014. Ah, para que você não se confunda, eles não jogaram com o Pelé nem com o Zico. Foram épocas diferentes.

Conhecemos as profissões de cobrador de ônibus, ascensorista de elevador e telefonista. O mundo não tinha acesso à internet. Computador era coisa de nerd. O mais triste, netinho querido, era que se você não devolvesse a fita de vídeo rebobinada na locadora pagava R$ 1,00 de multa.

O SBT tinha um dono chamado Silvio Santos. A emissora foi comprada pela igreja Renascer. Logo depois se juntou com a Record/Universal. Em seguida com o Supermercados Pão de Açucar, com o Banco Itaú e assim começou o império que é hoje!!! 

Já deu para ver que eram tempos muito difíceis... te enviamos um jogo de botões, um 'imagem e ação', um pogoball, um lango-lango e um dvd do 'Chaves em Acapulco'. Te entreterão muito nestes momentos de angústia.

Seja muito feliz.


Desculpe-nos os erros. Não conseguimos nos adaptar às alterações gramaticais.

Assinado: Avós   


2 comentários:

Rafael disse...

Uau, muito bom, cara, esse texto ficou irado!
aHuAHuaHuahaU
Abraço

Anônimo disse...

bom pra caralho!!!
que poesia, que poesia!!!
te admiro pra caralho!!!
vou imprimir essa porra e colocar num quadro na minha sala!!!
bom demais!!!
tá escrevendo pra caralho!!!
IMAGINAÇÃO PORRA!!!

Taiyo Omura